quinta-feira, 19 de julho de 2018

Tony Carreira arrasado por Adelaide Ferreira

No seu livro «O Homem Que Sou», Tony Carreira recorda a sua «segunda aparição na RTP». Foi em 1992 no programa «E.T. - Entretenimento Total», apresentado por Júlio Isidro, que «dava ao vencedor a possibilidade de participar no Festival da Canção».
Depois de atuar com a sua música «Romântico e Sonhador», o cantor ouviu «um veredicto impedioso e arrasador da jurada Adelaide Ferreira: 'Zero pontos. Não tem qualquer futuro.'». «Não sei como é que não desisti. Não sei como é que não me limitei a baixar os braços», afirma.
«Anos depois (...) reencontrei a Adelaide Ferreira, no aeroporto de Zurique. Eu já era um artista conhecido e ela disse-me que estava a gravar um novo disco e que gostava que eu lhe escrevesse uma balada. Respondi-lhe que faria com todo o gosto», conta.
«Mais tarde, voltámos a cruzar-nos e perguntei-lhe se não se lembrava de já nos termos encontrado anos atrás, muito antes de eu ficar conhecido. Ela disse-me que não e eu contei-lhe a história do concurso (...) 'Eras tu?', perguntou Adelaide Ferreira, com ar atónito. Sim, era (...) Não lhe guardei rancor».

Sem comentários:

Enviar um comentário