sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Entrevista: Alice Alves

Alice Alves, uma das repórteres do programa da TVI «Câmara Exclusiva», assume-se apaixonada pelo quarto canal e ambiciona ter um programa ou uma rubrica de viagens. Hoje é a protagonista desta entrevista no SobreTudo.

1. Quem é a Alice Alves?
Uma repórter que achava que ia ser dentista. Uma tia babada com 4 sobrinhos lindos. A filha dos melhores pais do mundo. A irmã de 3 pessoas maravilhosas. Uma apaixonada pela TVI, a empresa que acreditou em mim desde o primeiro dia de estágio.

2. Como nasceu a sua paixão pela televisão?
Desde muito nova. Lembro-me de ter 3/4 anos, acordar muito cedo e de estar sentada no sofá ao lado do meu irmão Diogo à espera que os canais abrissem a emissão para vermos os desenhos animados e a programação infantil. De lá para cá foi uma roda viva de possíveis profissões mas acho que quanto mais conheço 'a televisão' mais gosto dela.

3. Como foi o seu primeiro dia na TVI?
Já lá vão uns aninhos... Foi um dia muito feliz. Receberam-me todos muito bem! Começou com uma entrevista que a Gabriela Sobral me fez. Fui colocada no programa «Notícias das Estrelas» da TVI24 e fui logo acompanhar o jornalista Vítor Dinis em reportagem. Era a apresentação à imprensa de uma novela da altura. Foi um dia intenso que relembro com muito carinho.

4. Atualmente, a Alice é repórter do programa «Câmara Exclusiva». Que balanço faz deste projeto na TVI Ficção?
Um balanço muito positivo. O público da TVI Ficção gosta verdadeiramente de ficção e por isso adora espreitar os bastidores. No «Câmara Exclusiva» isso é possível! Vê-se muito do que se passa por detrás das câmaras. Na minha opinião, este programa fazia falta e correu tão bem que deu o salto para a TVI.

5. Qual foi a reportagem que mais gostou de fazer para o «Câmara Exclusiva»?

Muitas... Não consigo eleger apenas uma. Adorei a entrevista que fiz para a TVI Ficção com a Rita Pereira. Foi uma conversa muito especial. Depois, todas as reportagens mais energéticas, de brincadeira. Lembro-me de um evento em que a Paula Neves e a Ana Brito e Cunha me sujaram a cara com chocolate. Rimos imenso as três. Houve um vox pop de Halloween em que fui para a rua assustar as pessoas e quando reparei uma delas era minha prima. Foi muito divertido... Sempre que me lembro destas reportagens fico com um sorriso gigante. Outra que me faz sempre sorrir é a do lançamento do primeiro número da revista Cristina. Foi em Lisboa, a Cristina Ferreira estava linda e a conversa foi no mínimo inspiradora. Todas estas reportagens só foram possíveis graças ao empenho e dedicação de toda a nossa equipa. Somos muito unidos e só assim faz sentido! Desde o nosso genial editor de conteúdos, passando pelo nosso grande editor de imagem, pela incansável produção, repórteres, apresentadores, diretores. Somos muito unidos e por isso sou muito feliz a trabalhar aqui no «Câmara Exclusiva».

6. A Alice também foi apresentadora do programa «Dança com as Estrelas - Bastidores». Recorde-nos esse projeto.
Adorava fazer os programas de bastidores! Todos eles! Eram uma maratona muito gratificante. O «Dança com as Estrelas» é um formato que eu adoro é muito transversal. É visto por miúdos e graúdos e assim eram os bastidores também, claro que, a uma escala mais reduzida. Lembro-me de um momento muito divertido em que o Bruno Cabrerizo me tentava ensinar uma parte da coreografia mas eu danço tão mal que ele desistiu. Ficou tudo a rir... Eu, ele, o operador de imagem e toda a gente que estava à nossa volta.

7. Quais são as suas ambições para o seu futuro na televisão?
Em televisão sinto que ainda tenho muito para fazer e para aprender também. Gosto de fazer coisas diferentes e divertidas. Por isso, os desafios que vierem são bem-vindos. Adorava ter um programa ou uma rubrica de viagens. Tenho vindo a conseguir realizar isso no «Câmara Exclusiva». O que é muito bom! Gostava também de fazer mais diretos. Estar em direto é ótimo. A concentração é outra. Gosto muito! Tudo muda, acho que até o meu registo muda.

8. A Alice diz que é «apaixonada pela TVI». Porquê?
Porque foi a empresa que me acolheu de braços abertos e nunca mais me deixou partir... Lançam-me constantemente novos desafios a que vou respondendo com muito gosto e muito empenho. Para além disso adoro a ficção da TVI e a programação familiar.

1 comentário:

  1. Muitos Parabéns Alice. Sempre acertiva e esclarecedora nas suas respostas. Querida como cresceste e te tornaste num Lindo ser humano!

    ResponderEliminar