sexta-feira, 10 de março de 2017

A Caixinha Mágica #4: «Telhados de Vidro» (1993)

Bem-vindos à quarta edição da rubrica 'A Caixinha Mágica'! Hoje recordamos a telenovela «Telhados de Vidro».
Foi a 22 de fevereiro de 1993, ao segundo dia de emissões, que a TVI estreou a sua primeira telenovela: «Telhados de Vidro», escrita por Rosa Lobato de Faria, produzida pela Atlântida Estúdios e realizada por Carlos Coelho da Silva.
A ação inicia-se na empresa Vaz Hotel, propriedade de António Cortesão Vaz (Jacinto Ramos). A secretária, Maria Clara Esteves (Eugénia Bettencourt), sujeita-se a humilhações do patrão, sabendo que vai estar incluída no testamento. Com a ajuda do irmão Viriato Esteves (André Maia), António é morto. No entanto, o testamento está provado para diversas pessoas.
Com um elenco de luxo, composto por Tozé Martinho, Jacinto Ramos, Mário Jacques, Luís Matta, Manuela Carlos, Filomena Gonçalves, Margarida Reis, Rui Luís Brás, André Maia, Alexandra Leite, Victor de Sousa, Carmen Santos, Natalina José, Manuel Castro e Silva, Carlos Gomes, Manuela Marle, Rita Alagão, Eugénia Bettencourt, Carlos Pimenta, José Boavida, Mané Ribeiro, entre outros nomes, a telenovela, que contou com 150 episódios, foi exibida até 12 de agosto de 1993, de segunda a sexta-feira, pelas 20 horas.
A produção acabou por não corresponder às expectativas da estação, ao registar baixas audiências. Os motivos apontados para tal facto foram o horário (era exibida à hora do «Telejornal», da RTP1) e por o sinal do canal, na altura, não ter chegado a todo o país. Dois anos depois, em 1995, «Telhados de Vidro» foi reposta e nunca mais voltou à antena, nem na TVI Ficção.
Renegada constantemente pela TVI, são escassas as imagens desta telenovela. Apenas é possível ver um pequeno vídeo de apresentação, que foi exibido no arranque da TVI, a 20 de fevereiro de 1993, e o genérico cantado por Dina («Telhados de vidro, telhados de vidro/Segredos, enredos que uma vida tem (...)»).

Sem comentários:

Enviar um comentário