sábado, 5 de janeiro de 2019

Maria do Céu Guerra distinguida com o Prémio Vasco Graça Moura

Maria do Céu Guerra, uma das fundadoras da companhia de teatro A Barraca, foi distinguida com o Prémio Vasco Graça Moura-Cidadania Cultural. A novidade foi divulgada na passada quinta-feira, dia 3 de janeiro, pela Estoril-Sol, promotora da iniciativa.
O Prémio pretende «distinguir um escritor, ensaísta, poeta, jornalista, tradutor ou produtor cultural que ao longo da carreira - ou através de uma intervenção inovadora e de excecional importância -, haja contribuído para dignificar e projetar no espaço público o setor a que pertença», lê-se no regulamento.
A conhecida atriz e encenadora é a primeira mulher a receber este galardão, com o valor pecuniário de 20 mil euros, e foi escolhida «por se ter destacado, ao longo da vida, numa prática de cidadania cultural, enquanto atriz, que levou à cena e por diferentes modos divulgou os grandes textos da literatura portuguesa e, nessa intervenção, que manteve em A Barraca como núcleo de irradiação cultural, formativo e vocacionado para a descoberta e criação de novos públicos».

1 comentário: