sábado, 25 de agosto de 2018

Especial: «Rebelde Way» - 10 anos

25 de agosto de 2008. A SIC estreava a sua nova aposta na ficção nacional: «Rebelde Way». Dez anos depois, o SobreTudo recorda a série juvenil e disponibiliza entrevista com três atores do elenco.

Sinopse:
Pedro, Mia, Lisa e Manuel são os heróis maiores de uma história que é marcada pelo dia-a-dia de um colégio interno conservador, onde habitam personagens ricas em contradições, humor, paixões e segredos. No início eles não sabem, mas vão conseguir ultrapassar as diferenças e os preconceitos que os separam e acabarão por ser os melhores amigos.
Para manter as aparências escondem de todos que se uniram para formar uma banda e exprimir através da música as paixões, os medos e as incertezas próprias da adolescência.

Elenco principal:
  • Alda Gomes - Glória Bastos
  • Ana Brito e Cunha - Dora Silva Lobo
  • Ana Marta Ferreira - Milagros 'Mili' Perez
  • Ana Rita Tristão - Íris Fernandes
  • Diogo Ferreira - Luís 'Gordo' Ferreira
  • Diogo Martins - António 'Toni/Alergias' Marques
  • Francisco Froes - Álvaro Manso
  • Heitor Lourenço - Sérgio Silva Lobo
  • Hélder Agapito - Guilherme Carlos 'Gui' Silva
  • Inês Aires Pereira - Paula Castelão
  • Jani Zhao - Hoshi Kyoko
  • Joana Alvarenga - Elisabete 'Lisa' Valentino Scott
  • Joana Anes - Mia Rossi
  • Joana Cotrim - Elsa Lima
  • Joana Santos - Vitória 'Vicky' Passos
  • João Godinho - Rodrigo Salavisa
  • José Raposo - Eduardo Castelão
  • Mafalda Vilhena - Sandra Fernandes
  • Marco Medeiros - Gabriel Pereira
  • Maria Albergaria - Frederica 'Kika' Vasconcelos
  • Nelson Antunes - Manuel Guerreiro
  • Raquel Strada - Sofia Bragança
  • Rodrigo Saraiva - Sebastião Queirós
  • Rui Paulo - Afonso Rossi
  • Sofia Aparício - Pipa Salazar
  • Sílvia Rizzo - Sónia Valentino
  • Tiago Aldeia - Marco Aguiar
  • Tiago Barroso - Pedro Silva Lobo
  • Tomás Alves - Tomás Moreira

Elenco adicional/participações especiais:
  • Adérito Lopes - Nuno Monteiro
  • Afonso Vilela - Mariano
  • Alexandre Ferreira - Breno
  • Alexandre Silva - Ramiro
  • Ana Bastos - Amélia Bragança
  • Amélia Videira - Beatriz
  • Anabela Teixeira - Teresa
  • Ângelo Torres - Adérito
  • Augusto Portela - Gonçalo Aguiar
  • Beatriz Leonardo - Margarida
  • Carlos Barradas - João
  • Carlos Oliveira - Carlos Silva Dias
  • Carlos Paiva - Marques
  • Carlos Santos - Augusto Bragança
  • Cármen Santos - Virgínia
  • Cristopher Murphy - Morrison
  • Diogo Morgado - Mauro Galvão
  • Durval Lucena - Rui Gonzaga
  • Eduardo Frazão - Augusto Paz
  • Eduardo Martins - Nicolau
  • Eurico Lopes - Duarte
  • Francisco Brás - Chico
  • Fátima Belo - Cláudia Castelão
  • Fátima Preto - Baptista
  • Fernando Tavares Marques - Médico
  • Filipe Noronha - Miguel
  • Filipe Vargas - Roger
  • Gabriela Relvas - Vera
  • Gisele Fernanda Santos - Nina
  • Gustavo Santos - Jaime
  • Hugo Franco - Aníbal
  • Hugo Tourita - Damião
  • Igor Sampaio - Joaquim Rosado
  • Jacob Jan de Graaf - John
  • Joana Dias - Raquel Almeida
  • João de Brito - Simão
  • João Loy - Raimundo Veiga
  • José Lobato - Simas
  • João Maria Pinto - Ernesto
  • José Manuel Mendes - Germano
  • José Moutinho - Machado
  • José Santos - Kruguer
  • Jorge Nery - Lino
  • Jorge Sequerra - Ramos
  • Linda Silva - Ilda
  • Luís Eusébio - Zé Maria
  • Mafalda Teixeira - Dra. Catarina
  • Manuel Coelho - Omar
  • Manuel Moreira - Pires
  • Maria Dias - Natalie
  • Maria de Lima - Becas Vasconcelos
  • Maria D’Aires - Helena Guerreiro
  • Maria João Pinho - Mariana
  • Mariana Boto - Fifi Vasconcelos
  • Marina Santiago - Tatiana
  • Marta Faial - Jamila
  • Mónica Cunha - Lúcia
  • Nuno Guerreiro - Monteiro
  • Paula Santos - Julieta
  • Paula Só - Ângela
  • Paulo Lázaro - Moreno
  • Paula Pais - Gabriela Pinheiro
  • Paulo Lage - Guido
  • Pedro Manana - Fabién
  • Philippe Leroux - Leonel
  • Sara Aleixo - Alice Camargo
  • Sara Brás - Cristina
  • Sérgio Silva - Rami
  • Sofia Carvalho - Maria Rossi
  • Susana Vitorino - Irene
  • Raul Abrantes - Romão
  • Rita Alagão - Mafalda Fernandes
  • Rita Palma - Domingas Taborda
  • Rosa Villa - Lucinda Dias
  • Rubén Correia - Diogo Castro
  • Rui de Sá - Ruben
  • Rui Morrison - Almeida
  • Rui Santos - Ricardo Moura
  • Rute Miranda - Patrícia Abreu
  • Telmo Fernandes - Rafael
  • Teresa Madruga - Rosarinho Aguiar
  • Teresa Rolla - Carlota
  • Vanessa Agapito - Laura Tavares
  • Victor Espadinha - Dr. Vitorino Cortês
  • Vítor Rocha - Cunha
  • Yolanda Noivo - Anna Pereira

Curiosidades:
  • «Rebelde Way» é adaptado de um original argentino, criado por Cris Morena, autora de êxitos como «Floribella» e «Chiquititas».
  • Foi a última produção de Teresa Guilherme na SIC.

Entrevistas
João Godinho (Rodrigo Salavisa) | Jorge Nery (Lino) | Nelson Antunes (Manuel Guerreiro)


1. Como surgiu a oportunidade de integrar esta série?
João Godinho (JG) - A oportunidade surgiu através de um casting que a minha agente me propôs fazer, para a personagem principal, e para fazer parte da banda.

Jorge Nery (JN) - Foi na sequência do meu trabalho na «Floribella». A produção convidou-me para fazer o Lino.

Nelson Antunes (NA) - Assim que saí do «Família Superstar», recebi o convite para casting daquela que seria a primeira novela juvenil da SIC e ainda por cima teria a componente musical onde me enquadraria naturalmente por ser cantor.

2. Recorde-nos a sua personagem.
JG - Tive o prazer de ter o Rodrigo Salavisa como personagem, o chamado ‘mau da fita’.

JN - O Lino era o motorista e mordomo da família Rossi.

NA - Manel Guerreiro foi o personagem que interpretei, emigrante em França vem para Portugal estudar após ganhar uma bolsa de estudo no melhor colégio em Portugal o Prestige, onde estudava a filha do homem que Manel julgava ser responsável pela morte do seu Pai. Mia era o nome da personagem pela qual o Manel se apaixona e a partir daí o meu personagem aproxima-se de Afonso Rossi, pai da Mia, começa a trabalhar para ele e tenta a cada oportunidade perceber ao certo o porque do seu pai se ter suicidado, no início da novela o meu personagem encontra o pai morto após este se suicidar com comprimidos. A partir daí começa a história e os dois apaixonam-se assim que se vem tornando a missão do Manel difícil.

3. Como foi dar vida a essa personagem?
JG - Dar vida ao Rodrigo não foi fácil, foi todo um processo que ainda durou algum tempo até encontrar a verdadeira personagem, especialmente sendo ele um o mau da fita, tive que jogar muito com emoções, e, emoções essas que duraram quase um ano, que foi o tempo das gravações. Foi realmente incrível poder ‘ser’ o Rodrigo, umas das personagens que mais prazer me deu de criar e poder representar.

JN - Dar vida ao Lino foi fácil porque era parecido comigo, derivado à minha idade. Fiquei mais paciente e ternurento e isso refletiu-se na personagem.

NA - Foi fantástico, difícil, desgastante devido ás horas intermináveis de gravação, sem contar com a altura de gravação do álbum dos RBL, mas gratificante por ter sido o sucesso que foi. A banda vendeu mais de cem mil cópias, concertos esgotaram sempre, vencemos em share aos 'Morangos' várias vezes e foi em projeto vencedor que terminou antes de começar verdadeiramente e avançar para a segunda série.

4. Já passaram dez anos. Que recordações guarda das gravações?
JG - Passados 10 anos só guardo boas recordações, a equipa técnica era e é incrível, todos os atores e envolvidos uma grande família. Dá saudade, tenho que ser honesto, especialmente na minha situação que agora trabalho pelo mundo inteiro, e gostava de poder fazer um novo projeto em ‘casa’, Portugal, novamente.
JN - Guardo sempre boas recordações dos colegas e técnicos com quem trabalho, em cada novela que faço, e claro estou cheio de saudades.
NA - Guardo a melhor experiência da minha vida, apaixonei-me pela profissão e imaginei-me a fazê-lo daí em diante, não esquecendo a música que é o que me move.

5. Acha que faria sentido a SIC apostar numa segunda temporada?
JG - Já na altura era suposto fazermos a «Rebelde Way 2», que por motivos desconhecidos, não avançou. Acho mesmo que a SIC deveria fazer uma segunda temporada, agora já com todos mais adultos e com uma história de vida paralela ao colégio. Na minha opinião seria mesmo muito interessante, especialmente com a maioria dos atores da série 1, como uma continuidade.

JN - Penso que sim... a história está muito atual e fiquei triste de não ter feito a segunda temporada. Gostava de lembrar a Teresa Guilherme que apostou naquele formato... mas a SIC infelizmente, não apostou... lamento.

NA - Pelos vistos a série nunca deixou de passar, verão após verão, lá vai mudando de canal, recebo o mesmo carinho que recebia há dez anos, o mesmo reconhecimento e a mesma pergunta que acabas de fazer. Faria todo o sentido a série continuar e os 'Morangos' são a prova disso, os atores cresceram, mudaram fisicamente e seria hilariante a 'Rebelde 2', os personagens com filhos… os RBL tem muitos fãs ainda, que vêem constantemente a série no YouTube e essa informação nunca deixou de me chegar através dos fãs. Existem mudanças na SIC, talvez fosse altura para os fãs se juntarem a sério, agora com tantos meios para o que tem pouco interesse… que lutem e se unam, seria bonito.

Sem comentários:

Enviar um comentário