terça-feira, 28 de maio de 2019

Simone de Oliveira revoltada: «Ficámos sem nada»

Quase três meses depois, Simone de Oliveira utilizou a sua página de Facebook para falar sobre o susto que viveu na autoestrada A1, ao Km 174, perto de Condeixa, no passado dia 7 de março: «Eu e mais 2 pessoas íamos para Coimbra onde eu tinha espetáculo eis senão quando o carro que tínhamos alugado no concessionário Citroën PSAR, com 5000 km começou a perder força dando apenas para encostar à berma onde imediatamente começou a arder», começou por escrever.
A atriz e cantora acrescentou: «Ficámos sem nada. Nada. Tivemos de comprar sapatos, meias, pasta de dentes, IPad, telemóvel. Tudo. Até agora a PSAR e a Citroën resolveram não dar importância ao assunto. Está provado que foi um supra aquecimento do motor. Que o AirCross tem este problema».
Em conclusão, a artista lançou um alerta: «Continuar a vender é a alugar estes carros é terrorismo. Tenham cuidado com este concessionário na Portela, Setúbal entre outros».

Sem comentários:

Enviar um comentário